APRESENTAÇÃO

Não vamos pagar! é uma comédia ágil e provocativa. Escrita pelo ganhador do Prêmio Nobel, Dario Fo e sua mulher Franca Rame, a peça é uma farsa onde um protesto contra a alta de preços num supermercado desencadeia uma série de situações surpreendentes e inesperadas, construindo, através de seus diálogos ligeiros, uma rara e inteligente combinação de crítica social e humor. Uma sátira politica ao mesmo tempo catártica e engraçadíssima, considerada uma das grandes obras-primas de Dario Fo.

SINOPSE

Antônia e Margarida são donas de casa que não conseguem chegar ao fim do mês com as contas em dia. Antônia acabou de perder o emprego e seu marido, João, trabalha numa fábrica prestes a ser fechada. Em protesto pelo aumento abusivo dos preços, um grupo acaba saqueando um supermercado. Antônia participa do ato, desencadeando uma sequência de peripécias para evitar que o marido – homem de princípios que prefere “morrer de fome a fazer alguma coisa contra a lei” – tome conhecimento do seu ato. Soma-se a isto os problemas criados pela amiga Margarida, relutante em ajudá-la, e os vários encontros e incidentes com as forças da lei.
Dario Fo é um dos mais importantes realizadores das artes cênicas. Ator, diretor e dramaturgo (Prêmio Nobel de Literatura em 1997), já escreveu mais de 40 espetáculos, encenados em mais de 50 países. Sua obra apresenta um importante e crítico retrato da sociedade contemporânea.
As peças de Dario Fo se desenvolvem no estilo das peças medievais com o excesso verbal e o encadeamento de gags – situações cômicas. Apontando, quase sempre, para aspectos insólitos ou ridículos da realidade, suas sofisticadas construções rejeitam sistematicamente as facilidades da verossimilhança.

DARIO FO

Não vamos pagar! trata-se de uma comédia de riso franco, sem subterfúgios, onde o falso e o absurdo tomam conta da narrativa. Isso se reflete em seu enorme sucesso por todo o mundo. Atual e universal, nos últimos seis anos, Não vamos pagar nada! teve adaptações de destaque na Alemanha, França, Rússia, China, Índia, Itália e Japão.
Não vamos pagar! é uma peça rara: inteligente, divertida e acessível. Um dos grandes textos da dramaturgia mundial, que não pode mais permanecer inédita em palcos brasileiros. Por isso, nesse projeto, reunimos uma equipe de excelência com alguns dos grandes criadores do teatro nacional, para fazer uma produção à altura desse gigante das artes cênicas.